sábado, 17 de dezembro de 2016

As propriedades do óleo do babaçu.

O óleo do babaçu.


BENEFÍCIOS DO ÓLEO DO BABAÇU.


Atualmente o mercado está hiper-estimulado com a divulgação feita pela mídia sobre as propriedades do óleo de côco. Devido à imensa divulgação de suas propriedades terapêuticas, em especial o fato de poder ocasionar emagrecimento, o preço deste produto foi às alturas. O que as pessoas não sabem é que existem alternativas brasileiras de óleos com composição idêntica e que são provenientes de coqueiros também. 

Estas alternativas são o babaçu, o palmiste e a macaúba, coqueiros brasileiros! Todos os 3 produtos são fontes riquíssimas de ácido laurico, com teores iguais ao coco da praia. A mídia também tem feito uma divulgação de que o óleo de côco para funcionar precisa ser extra-virgem, e por conta disso muitas pessoas não têm conseguido tomar o produto devido ao seu gosto forte. Também tem alegado que se não for extra-virgem perde seus antioxidantes e fica sem efeito. Primeiramente, o princípio ativo que faz emagrecer, reduz o colesterol, aumenta a imunidade e traz outros benefícios, o ácido láurico, não se perde no refino pelo qual estes óleos passam. Seu refino não causa danos à gordura pois não utiliza soda cáustica ou ácido sulfúrico como os óleos de prateleira de supermercado (estes sim estão danificados), sendo um método que atua só na redução do odor e gosto. Segundo, estes óleos não são fontes ricas de vitamina E e outros antioxidantes, como o óleo de oliva ou germe de trigo, sendo que o ativo antioxidante é a própria gordura, o ácido láurico. Assim, mesmo refinado, o ácido laúrico não se perde em nada e mantém suas propriedades naturais. No texto a seguir você conhecerá mais sobre este produto magnífico e desmistificará alguns mitos criados no mercado visando lucros e interesses particulares. 


Propriedades terapèuticas dos óleos laúricos

Uso interno (1 colher de sopa, 2-3 vezes ao dia:(

1. Reduz inflamações (artrite, artrose, reumatismo, etc)
2. Combate cândida e outros fungos.
3. Combate bactérias e vírus como H. pylori, bactéria causadora da gastrite, e os vírus do herpes, ou Epstein-bar causador do câncer de laringe) 
4. Melhora o funcionamento da tireóide, ajudando principalmente no hipotireoidismo
5. Emagrece, por ser a única gordura não estocada no corpo, ativando também o metabolismo e induzindo à queima de gordura.
6. Aumenta a imunidade, por induzir à medula óssea a formar mais linfócitos (células de defesa)
7. Aumenta a longevidade, por ser uma gordura que não oxida fácil e previne o envelhecimento precoce.
8. Se for usado o palmiste refinado, não deixa gosto na comida e substitui os óleos de cozinha (soja, girassol, canola, algodão, milho). 

Uso externo:

1. Previne rugas por sua ação antioxidante de outras gorduras.
2. Previne estrias se usado localmente e diariamente por grávidas.
3. Hidrata e mantém os cabelos sedosos (uso de algumas gotas nas mãos ou 1 tampa em 100 gramas de creme)
4. Excelente em massagens terapêuticas e também na hidratação pós banho. 





Você sabia que a antiga gordura de côco vendida no Brasil e comprada pelos nossos avós era óleo de palmiste e babaçu?

ÓLEOS LÁURICOS DOS CÔCOS
CÔCO DA PRAIA, BABAÇU, PALMISTE, MACAÚBA 


(a grande vantagem dos óleos de palmiste, babaçu e macaúba é custarem metade do preço do óleo de coco da praia e darem o mesmo resultado
pois possuem o mesmo teor do ácido laúrico, princípio ativo que emagrece aumenta a imunidade, reduz inflamações, abaixa o colesterol e combate infecções) 

Autor: Fabian Laszlo
Fonte do artigo: Terapias Alternativas


Bjs... Irismar Oliveira!