quinta-feira, 28 de julho de 2011

Dia Mundial de Combate à Hepatite!

Dia Mundial de Combate à Hepatite!

Hoje dia 28 é O Dia Mundial de Combate à Hepatite, têm como objetivo a conscientização global em relação à prevenção, diagnóstico e tratamento das hepatites virais. 

Aproximadamente 500 milhões de pessoas em todo o mundo têm hepatite B ou hepatite C. Isso representa um a cada 12 habitantes do planeta. Se não for tratada, as hepatites B ou C podem evoluir para doenças graves do fígado, como cirrose e câncer de fígado. A cada ano, mais de 1 milhão de pessoas em todo o mundo morrem por causa da doença 

Desde 2007, o Dia Mundial de Combate à Hepatite era organizado pela World Hepatitis Alliance e em maio de 2010, ele foi endossado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). 

O que é Hepatite: 

Hepatite é toda e qualquer inflamação do fígado e que pode resultar desde uma simples alteração laboratorial (portador crônico que descobre por acaso a sorologia positiva), até doença fulminante e fatal (mais frequente nas formas agudas). 

Tipos de Hepatite 

Existem várias causas de hepatite, sendo as mais conhecidas as causadas por vírus (vírus das hepatite A, B, C, D, E, F, G, citomegalovírus, etc). Outras causas: drogas (anti-inflamatórios, anticonvulsivantes, sulfas, derivados imidazólicos, hormônios tireoidianos, anticoncepcionais, etc), distúrbios metabólicos (doença de Wilson, poli-transfundidos, hemossiderose, hemocromatose, etc), trans-infecciosa, pós-choque. Em comum, todas as hepatites têm algum grau de destruição das células hepáticas. 

Quadro clinico 

A grande maioria das hepatites agudas são assintomáticas ou leva a sintomas incaracterísticos como febre, mal estar, desânimo e dores musculares. Hepatites mais severas podem levar a sintomas mais específicos, sendo o sinal mais chamativo a icterícia, conhecida popularmente no Brasil por "tiriça" ou "amarelão" e que caracteriza-se pela coloração amarelo-dourada da pele e conjuntivas. Associado pode ocorrer urina cor de coca-cola (colúria) e fezes claras, tipo massa de vidraceiro (acolia fecal). Hepatites mais graves podem cursar com insuficiência hepática e culminar com a encefalopatia hepática e óbito. Hepatites crônicas (com duração superior a 6 meses), geralmente são assintomáticas e podem progredir para cirrose. 

Hepatites Virais 

Considerada a maior pandemia mundial da atualidade. 60 a 80% cronificam em 15-20 anos, evoluindo para cirrose hepática, e 1-2% para hepatocarcinoma. O Brasil é hoje um país que tem portadores crônicos de hepatite B e hepatite C, segundo conceitos do Organização Mundial da Saúde, de nível mediano: 1-3% Quadro clínico (primeiros 3 a 10 dias – pródromo): 

febre,mal-estar,inapetência,mialgia,cefaleia,náuseas,adinamia 

Hepatite A 

É uma hepatite infecciosa aguda causada pelo vírus da hepatite A, que pode cursar de forma subclínica. Altamente contagiosa, sua transmissão é do tipo fecal oral, ou seja, ocorre contaminação direta de pessoa para pessoa ou através do contacto com alimentos e água contaminados, e os sintomas iniciam em média 30 dias após o contágio. É mais comum onde não há ou é precário o saneamento básico. 

Hepatite B 

Sua transmissão é através de sangue, agulhas e materiais cortantes contaminados, também com as tintas das tatuagens, bem como através da relação sexual. É considerada também uma doença sexualmente transmissível. Pode ser adquirida através de tatuagens, piercings, no dentista e até em sessões de depilação. 

Hepatite C 

Hepatite que pode ser adquirida através de transfusão sanguínea, tatuagens, uso de drogas, piercings, e em manicure, ainda não foi comprovado que pode ser contagiosa por relações sexuais. É de grande preocupação para a Saúde Pública. A maioria dos pacientes é assintomática no período agudo da doença, mas podem ser semelhantes aos das outras hepatites virais. Estima-se que 3 % da população mundial esteja contaminada, atingindo níveis dez vezes maiores no continente africano. A hepatite C é perigosa porque pode cronificar e provocar a cirrose hepática e o hepatocarcinoma, neoplasia maligna do fígado 


Você sabe se proteger dos diferentes tipos?
Responda as perguntas e descubra como a doença pode ser prevenida e combatida: Faço o teste: Yahoo.minha vida.